Home Mais Populares Nosso compromisso com o futuro digital da América Latina

Nosso compromisso com o futuro digital da América Latina

by

Sempre acreditei que a tecnologia é um motor potente para impulsionar empresas e comunidades. Durante a pandemia, vimos as ferramentas digitais ajudarem a criar empregos e a deixar economias mais resistentes e sustentáveis. Isso é particularmente válido para os mercados emergentes, onde o espírito de empreendedorismo e os novos rumos da inovação podem abrir as portas para muitas oportunidades.

No Google, nós enxergamos exatamente esse potencial na América Latina. Muitas comunidades na região foram duramente atingidas pela pandemia e reduzir a desigualdade digital será essencial para garantir uma retomada inclusiva. Além disso, um novo relatório publicado pela The Economist revela que aumentar investimentos e criar políticas centradas em inteligência artificial são iniciativas capazes de abrir novas oportunidades nos setores de saúde, agricultura sustentável, serviços financeiros, entre outros.

Conforme mostramos no nosso relatório Digital Sprinters, a transformação digital vai exigir investimentos de governos e do setor privado em áreas como infraestrutura, pessoas, inovações tecnológicas e políticas públicas. Atingir todo o potencial das tecnologias digitais na América Latina pode gerar um impacto econômico anual de quase US$ 1,37 trilhão até 2030, em seis das maiores economias da região – o que equivale a 23% do PIB somado desses países.

Investimos na América Latina ao longo dos últimos 17 anos e, hoje, estamos anunciando um compromisso de cinco anos com a região, no valor de US$ 1,2 bilhão. Esse compromisso está focado em quatro áreas nas quais podemos ajudar a região a prosperar ainda mais: infraestrutura digital, habilidades digitais, empreendedorismo e comunidades inclusivas e sustentáveis.

Compromisso com infraestrutura digital

Em 2019, o Curie chegou a Valparaíso, no Chile, e foi o primeiro cabo submarino a se conectar com o país em 19 anos.

Ao longo do tempo, investimos na melhoria da conectividade e na ampliação do acesso a serviços digitais na América Latina – incluindo produtos do Google como Busca, Gmail, YouTube e também Google Cloud. O cabo submarino Firmina, batizado em homenagem à abolicionista brasileira Maria Firmina dos Reis, será o maior cabo do tipo no mundo, capaz de funcionar com uma única fonte de alimentação em uma das pontas, se necessário. Quando ficar pronto, em 2023, ele vai percorrer dos Estados Unidos à Argentina, com paradas adicionais no Brasil e no Uruguai. O Firmina chega depois de outras três importantes iniciativas semelhantes na América Latina: Monet, Tannat e Curie. Juntos, esses cabos trazem para a região uma conectividade mais confiável.

As regiões de Google Cloud em Santiago (Chile) e São Paulo (Brasil) oferecem às empresas acesso a poder computacional e serviços que fomentam o sucesso dos negócios na economia digital. Um exemplo: a startup brasileira Tembici, um serviço de bicicletas compartilhadas em grandes cidades da América Latina, roda suas operações no Google Cloud, o que ajuda a impulsionar a expansão regional e global da empresa.

Olhando para o futuro, as regiões de Cloud seguirão apoiando ainda mais companhias na aceleração da transformação digital e promovendo crescimento de longo prazo. Além disso, vamos ampliar nossas atividades de engenharia no Brasil. Os novos cargos, centrados em áreas fundamentais como privacidade e segurança, nos ajudarão a criar produtos melhores para a região e para o mundo.

Ampliação de oportunidades por meio de habilidades digitais

Habilidades digitais são a chave para criar oportunidades para as próximas gerações. Por meio do programa Cresça com o Google e das bolsas do Google.org, já treinamos quase 8 milhões de pessoas em habilidades digitais em toda a América Latina desde 2017.

Aproveitando esse movimento, estamos anunciando hoje a oferta de bolsas do Google Career Certificate para 1 milhão de pessoas na América Latina. Trata-se de um treinamento que vai ampliar o acesso a empregos com boa remuneração em setores de alto crescimento.

O programa Cresça com o Google já treinou quase 8 milhões de pessoas em habilidades digitais em toda a América Latina

Apoio a startups e pequenas empresas

Vivemos um momento de efervescência no empreendedorismo tecnológico na América Latina. Quando abrimos o campus do Google for Startups no Brasil, em 2016, não havia unicórnios – startups avaliadas em US$ 1 bilhão ou mais – na região. Hoje são 35, incluindo 13 unicórnios que fizeram parte dos programas do Google for Startups. Graças a investimentos, recursos e treinamento do Google for Startups, já apoiamos mais de 450 startups na região – que arrecadaram mais de US$ 9 bilhões em investimentos e criaram 25 mil empregos.

Um exemplo é a Oliver Pets, startup argentina que contou com apoio do Google for Startups e com isso conseguiu lançar um serviço de atendimento veterinário virtual por aplicativo, ampliando seu alcance para o México e outras partes da América Latina.

Estamos observando também que nossos produtos e serviços ajudam pequenas empresas a prosperar mesmo em momentos difíceis. É o caso de Fátima Álvarez, co-fundadora da startup mexicana Someone Somewhere. Fátima fechou suas lojas físicas durante a pandemia, mas logo recorreu a ferramentas digitais como Google Workspace e Google Ads para que seu negócio de vestuário continuasse funcionando na internet.

Comunidades mais inclusivas e sustentáveis, com apoio de US$ 300 milhões do Google.org

Por meio de nosso braço filantrópico, o Google.org, temos apoiado organizações como Laboratoria, no Perú, Asociación Colnodo, na Colômbia, e Instituto Rede Mulher Empreendedora, no Brasil, com o objetivo de levar os benefícios da transformação digital a todas as pessoas.

Hoje o Google.org está anunciando um compromisso de US$ 300 milhões para os próximos cinco anos, dividido em US$ 50 milhões em bolsas financeiras e US$ 250 milhões em doações de créditos de anúncios (Ad Grants). Vamos apoiar organizações sem fins lucrativos que atuam em áreas como sustentabilidade e oportunidades econômicas para mulheres e jovens. Como exemplo, uma bolsa de US$ 2 milhões do Google.org será dada à Pro Mujer, para ajudar empresas comandadas por mulheres indígenas na Guatemala, em El Salvador e Honduras, ampliando o acesso a microcrédito e a treinamento de habilidades digitais.

O Google.org apoia a Laboratoria, organização peruana sem fins lucrativos que ajuda mulheres a terem acesso a treinamentos em habilidades digitais.

Em todos esses compromissos, o Google estabelece parcerias com governos, empreendedores e empresas para apoiar um crescimento sustentável, resiliente e igualitário. É um prazer ver a América Latina surgir como centro de inovação. Estamos animados para criar ainda mais oportunidades econômicas para todas as pessoas que chamam essa região do mundo de “lar”.

Related Articles

Leave a Comment